Cátedra Ignacy Sachs – PUC-SP | NEF

Mulheres articulam para partidos não derrubarem 30% do Fundo Eleitoral

Deixe um comentário

dims

De olho na articulação de algumas lideranças partidárias contrárias à reserva de recursos para candidaturas femininas, parlamentares e integrantes de movimentos de direitos das mulheres se mobilizam para assegurar a conquista. O uso de no mínimo 30% do Fundo Eleitoral para campanhsa de mulheres foi decidido na última terça-feira (22), por unanimidade, pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

“Esse inconformismo dos partidos com essa decisão do TSE é inócuo. Não tenho a menor dúvida de que o Supremo [Tribunal Federal] irá impor o cumprimento da norma”, afirmou ao HuffPost Brasil Luciana Lóssio, ex-ministra do TSE.

A decisão da Corte Eleitoral foi uma resposta à uma consulta protocolada pela bancada feminina, com ajuda do escritório de Lóssio.

Considerado um avanço para a participação das mulheres na política, o entendimento deve ser questionada no STF por partidos como Solidariedade, DEM e PP. O argumento é de que a corte extrapolou suas atribuições e que o tema é assunto do Legislativo. Na avaliação de Lóssio, o pedido não deve ser acatado. “Não se sustenta de maneira alguma”, afirmou.

Leia mais aqui.

Autor: Alê Almeida

Alessandra Felix de Almeida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s