Cátedra Ignacy Sachs – PUC-SP | NEF

A cada 20 horas, uma mulher é vítima de importunação sexual no transporte da Grande São Paulo

Deixe um comentário

A cada 20 horas, uma mulher é vítima de importunação sexual no transporte da Grande São Paulo. O número foi registrado no primeiro mês de aplicação da lei que tipificou o ato como crime, passando a permitir que seja punido com prisão o agressor. Antes, esse tipo de ação era apenas passível de multa.

Somente nos metrôs, trens e ônibus da região metropolitana de São Paulo foram registradas 36 ocorrências deste tipo entre os dia 25 de setembro e 23 de outubro, segundo levantamento solicitado pelo HuffPost Brasil junto às empresas Metrô, SPTrans e CPTM.

A nova lei define a importunação sexual como a prática de ato libidinoso contra alguém sem o seu consentimento “com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”, passível de pena de 1 a 5 anos de reclusão, se o ato não constituir crime mais grave.

Leia mais aqui.

 

Autor: Alê Almeida

Alessandra Felix de Almeida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s