Cátedra Ignacy Sachs – PUC-SP | NEF


Deixe um comentário

Para além do 8 de março: rumo a uma “Internacional Feminista”

#AgoraÉQueSãoElas
Pelo terceiro ano consecutivo a nova onda feminista transnacional chamou um dia de mobilização global no 8 de março: greves legais do trabalho assalariado – como as 5 milhões de grevistas do 8 de março de 2018 na Espanha e as centenas de milhares no mesmo ano na Argentina e na Itália; greves protagonizadas pelas bases de mulheres sem direitos ou proteção trabalhistas, greves do trabalho de cuidado e não pago; greves de estudantes, mas também boicotes, marchas e trancamentos de vias. Pelo terceiro ano consecutivo mulheres e pessoas queer por todo o mundo estão se mobilizando contra os feminicídios e toda forma de violência de gênero; pela autodeterminação de seus corpos e acesso ao aborto seguro e legal; por igualdade salarial para trabalhos iguais; pela livre sexualidade. Se mobilizam também contra os muros e fronteiras; o encarceramento em massa; o racismo, a islamofobia e o anti-semitismo; a desapropriação das terras de comunidades indígenas; a destruição de ecossistemas e a mudança climática. Pelo terceiro ano consecutivo, o movimento feminista está nos dando esperança e uma visão para um futuro melhor em um mundo em desmoronamento. O novo movimento feminista transnacional é moldado pelo sul, não só no sentido geográfico, mas também no sentido político, e é nutrido por cada região em conflito. Essa é a razão de ele ser anticolonial, antirracista e anticapitalista.

Leia mais aqui.


Deixe um comentário

Portal Ciência & Mulher

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) é uma entidade civil, sem fins lucrativos ou posição político-partidária, voltada para a defesa do avanço científico e tecnológico, e do desenvolvimento educacional e cultural do Brasil. Desde sua fundação, em 1948, a SBPC exerce um papel importante na expansão e no aperfeiçoamento do sistema nacional de ciência e tecnologia, bem como na difusão e popularização da ciência no País.

O site Ciência & Mulher, portal de divulgação científica da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, foi lançado em julho de 2016, com o objetivo de trazer destaque para conquistas e enaltecer o papel das mulheres cientistas, evidenciando suas contribuições para as mais diversas áreas da ciência.

Expediente

Ciência & Mulher é um site de divulgação científica da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

Daniela Klebis – daniela@sbpcnet.org.br
Vivian Costa – vivian@sbpcnet.org.br

 

Saiba mais aqui.


Deixe um comentário

Mulheres na política

O espaço da política, principalmente de tomada de decisão, precisa ser ocupado cada vez mais por mulheres. Os movimentos de mulheres, feministas, artistas e lideranças políticas há muito repetem essa afirmação como uma resposta a um Congresso majoritariamente ocupado por homens (em sua maioria de meia-idade, heterossexuais e brancos). Mas o que a sociedade ganharia com um Congresso mais igualitário e inclusivo? A maior representatividade de minorias nas casas legislativas pode garantir políticas mais efetivas para esses grupos, o que seria um ganho para toda a sociedade.

 

Leia mais aqui.


Deixe um comentário

Brecha de género se cerrará en 200 años

La brecha de género ha dejado por muchos años en desventaja a mujeres y niñas y, de forma menos evidente y en otros sentidos, a hombres y niños, ya que el problema “corresponde a una concepción sociopolítica y sistémica del desarrollo que se refiere a los diferentes papeles que la sociedad asigna a los individuos”, asegura el cuaderno temático Género y Educación de la Organización de Estados Iberoamericanos (OEI).

Leia mais aqui.


Deixe um comentário

FMI, Banco Mundial, OCDE e ERDB têm agora economistas-chefe mulheres

Quatro das principais organizações multilaterais do planeta escolheram recentemente mulheres para o posto de economista-chefe.

Isso significa que elas que estarão responsáveis por coordenar as projeções que embasam as instituições, servem como referência para o mercado e influenciam nos rumos da economia global.

Leia mais aqui.


Deixe um comentário

As crianças tomam conta do mundo

A luta contra o aquecimento global é hoje liderada por garotas de vários países do mundo. Estudantes secundaristas, a maioria. Mulheres muito jovens, carregando um novo espírito do tempo no mundo sem tempo, em que só há 12 anos para tentar impedir que o planeta aqueça mais do que 1,5 graus Celsius e o futuro logo ali seja uma vida muito ruim para todos, impossível para os mais pobres e os mais frágeis. Jovens mulheres com muito pânico porque os pais e avós ferraram o planeta em que vão viver e se comportam como gente mimada e egoísta que faz apenas o que quer sem se preocupar com as consequências nem mesmo para seus próprios filhos e netos. Uma parcela da espécie humana chegou a um nível de individualismo que nem mesmo protege a prole naquilo que é fundamental – e o presente se torna absoluto. De repente os mais jovens perceberam que a sobrevivência está comprovadamente ameaçada e os governantes estão brincando no Twitter.

Leia mais aqui.